EL CONCEPTO DE IDENTIDAD COMO RECURSO PARA EL ESTUDIO DE TRANSICIONES

José Ángel Vera Noriega, Jesús Ernesto Valenzuela Medina

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Neste artigo, abordam-se aspectos do conceito teórico Identidade, suas origens, suas possibilidades explicativas na pós-modernidade e sua situação atual. Apresenta-se um modelo conceitual integrador, nomeado genericamente Enfoque Cultural da Identidade, que permite incorporar a visão dialética do individual tanto como do coletivo. O modelo explica como se reproduz a cultura, mantendo a estabilidade estrutural, e como os fatores relacionados tanto com a cultura como com a estrutura social influem nas situações de transição nas diferentes etapas da vida. Os conceitos Capital de Identidade e Estilo de Identidade derivam-se da formulação feita por James Marcia pela metade dos anos sessenta, a mesma que é propagada por James Côté e por Michael Berzonsky para explicar os processos sociopsicológicos e psicossociais envoltos na definição de si mesmo ou identidade. A partir desses dois conceitos é construída uma categorização para a análise dos processos psicossociais em cenários de transição.
Original languageUndefined/Unknown
JournalPsicologia e Sociedade
StatePublished - 2012

Cite this